Família

Rosaceae

Nome Comum

cotoneaster

Origem

Regiões temperadas da Ásia, Europa, África do Norte.

Tipo de Origem

alóctone

Autor

Lindl.

Descrição

A espécie Cotoneaster tomentosus é um arbusto de folha caduca que pode atingir 2 m de altura, com os ramos inclinados. Folhas com 3 a 6 cm de comprimento, ovadas a lanceoladas, inteiras, dispostas alternadamente, com a margem e página inferior com densos pelos, dando um toque aveludado. As flores são pentâmeras, branco-creme, dispostas em cimeiras (5 a 12), com pecíolo e cálice tomentosos. Possui 10 a 20 estames. O seu fruto é um pequeno pomo, vermelho-vivo, contendo 1 a 3 sementes, não comestível pelo homem.

Tipo de Reprodução

hermafrodita

Forma de Vida

arbusto

Ínicio de Floração

junho

Fim de Floração

agosto

Perenidade

caducifólia

Inflorescência

cimeira

Cor da Flor

branco

Tipo de Folha

simples

Inserção de Folha

alterna

Margem da Folha

inteira

Limbo da Folha

ovado-lanceolado

Tipo de Fruto

baga

Consistência do Fruto

carnudo

Maturação do Fruto

outubro

Habitat

Orlas de bosques, sebes, maciços mistos e ricos em arbustos, locais secos e quentes, sobretudo no centro e sul da Europa.

Observações

Cotoneaster, deriva de cotone, antigo nome em latim para marmelo e do sufixo aster que quer dizer “parecido a”. Esta nomenclatura realça assim, a semelhança entre estes dois géneros da família Rosaceae, que são Cydonia e Cotoneaster. No género Cotoneaster , os frutos nascem agregados em cimeiras e permaneceriam ao longo de muito tempo não fossem tão apreciados pelos pássaros. Também os insetos polinizadores e úteis aos jardins são atraídos por estas plantas. Estas plantas toleram bem as podas que devem ser feitas no inverno. Esta característica faz com que sejam muito utilizadas em sebes.

Aplicações

Existem cerca de uma centena de espécies do género Cotoneaster que pela sua atraente e abundante floração e frutificação são muito utilizados como ornamentais. Os híbridos também são diversos. As espécies do género Cotoneaster podem ter vários portes, desde plantas rasteiras, a trepadeiras, arbustos, até árvores de cerca de 15 metros. As plantas podem ser utilizadas como revestimento do solo (espécies rasteiras), sebes, cobertura de taludes (trepadeiras), vasos e floreiras. Várias espécies Cotoneaster são apreciadas na produção de bonsais.

4 Exemplares no Parque


Porte


Folha


Flor


Fruto


Tronco