Família

Taxodiaceae

Nome Comum

sequoia-gigante, árvore-grande

Origem

Califórnia (América do Norte).

Tipo de Origem

alóctone

Autor

(Lindley) Buchholz

Descrição

Árvore sempre-verde, de 50 a 80(100) m de altura, notavelmente corpulenta. Porte inicialmente cónico, abrindo-se com o passar dos anos a copa; os ramos são um pouco pendentes, curvados para cima. O tronco, que só se ramifica a partir de certa altura (nos exemplares adultos, a partir de mais ou menos 50 m de altura), é colunar, mais largo na base, com casca grossa, fibrosa, avermelhada. As folhas, dispostas em espiral, são pequenas, assoveladas (que terminam progressivamente em ponta aguda), de 3 a 10 (12) mm de comprimento, verdes azuladas, dispostas regularmente e muito inclinadas para a frente. Os cones masculinos, com 4 a 6 mm, são sésseis, solitários nas terminações dos ramos curtos. As pinhas medem cerca de 5 a 8 cm, são ovoides, mantêm-se verdes e na árvore durante muitos anos; possuem 25 a 40 escamas que se separam com dificuldade, em forma de cunha. Existem 3 a 9 sementes por escama, com cerca de 9 mm, providas de asas laterais delgadas (maturam no segundo ano).

Tipo de Reprodução

monóica

Forma de Vida

árvore

Ínicio de Floração

fevereiro

Fim de Floração

março

Perenidade

perenifólia

Inflorescência

cone

Cor da Flor

laranja

Tipo de Folha

simples

Inserção de Folha

espiral

Margem da Folha

inteira

Limbo da Folha

assolveado

Tipo de Fruto

pinha

Consistência do Fruto

seco

Habitat

Florestas de coníferas, povoando as encostas da Sierra Nevada, na Califórnia central, em solos derivados de granitos e regiões com clima húmido, não muito frio, entre os 830-2700 m de altitude.

Observações

conhecida na América do Norte por Big-Tree, devido ao seu tamanho, sendo as árvores mais corpulentas do Mundo. As de maior volume são sem dúvida a ‘General Sherman’ e a ‘General Grant’, que se situam no Parque Nacional das Sequoias acima de 1900 m de altitude. Também é de assinalar a ‘Sequoia de Adam’, assim como um núcleo em Shape Camp, onde se podem admirar cerca de 50 árvores, que são as mais grossas depois das já citadas.

Em Portugal, tem sido unicamente plantada como árvore ornamental em vários parques e jardins, existindo exemplares de dimensões invulgares, caso do Parque do Hospital da Guarda, Sabugal, Parque da Vila de Trancoso, Parque do Bom Jesus de Braga, etc. É sem dúvida uma espécie que encontra em Portugal condições excepcionais para a sua cultura, tendo a característica de rebentar por toiça.

Aplicações

Trata-se de uma espécie de crescimento muito rápido, é pouco afectada por pragas e incêndios; produz uma madeira de boa qualidade com inúmeras aplicações, inclusivamente na indústria de celulose, produzindo uma pasta de fibra longa de elevada qualidade. 

2 Exemplares no Parque


Porte


Folha


Flor


Fruto


Tronco