Família

Cupressaceae

Nome Comum

tuia-da-china, biota-da-China, árvore-da-vida-do-oriente

Origem

Ásia (Noroeste da China, Mongólia, Coreia).

Tipo de Origem

alóctone

Autor

L.

Descrição

Arbusto ou pequena árvore que alcança no máximo 12 ou 15 m de altura, de casca fibrosa, com copa grande e colunar ou mais frequentemente ovóide ou amplamente piramidal. Os ramos são abertos, muito apertados, com os ramos de última ordem num só plano como o cedro-de-Oregón, mas dispostas em forma vertical e com igual cor em ambas as páginas. Eleva os ramos achatados, com 4 filas de folhas escamiformes, densamente imbricadas, que se opõe 2 a 2; as do centro são quase planas com uma glândula resinosa no dorso. A casca do tronco é castanha avermelhada, e as primeiras folhas que a planta produz são aciculares e não coladas ao talo. Os cones masculinos são subglobosos ou ovóides, com as escamas opostas, cada uma com 3-4 sacos de pólen. As pinhas são ovóides, de (1)1,3 a 2,5 cm de comprimento, com 6 a 8 escamas desiguais, um pouco grossas, carnudas e azuladas, providas no dorso de uma protuberância recurvada, corniforme; as escamas são mais ou menos planas, e as 4 inferiores possuem na sua axila 1 a3 sementes, ovoides, castanho escuras e sem asas.

Tipo de Reprodução

monóica

Forma de Vida

arbusto

Ínicio de Floração

março

Fim de Floração

junho

Perenidade

perenifólia

Inflorescência

cone

Cor da Flor

verde

Tipo de Folha

simples

Inserção de Folha

imbricada

Margem da Folha

inteira

Limbo da Folha

escamiforme

Tipo de Fruto

pinha

Consistência do Fruto

seco

Maturação do Fruto

setembro

Habitat

Espécie de zona de transição entre floresta de folha caduca (carvalhais, vidoais) e florestas de pinheiros.

Observações

Para Gaussen, e outros estudiosos das gimnospérmicas, esta espécie deve-se separar do género Thuja por possuir os ramos verticais e as sementes sem asas, visto nas espécies americanas de tuias, Thuja occidentalis e Thuja plicata, os ramos secundários são mais ou menos horizontais e as sementes claramente aladas. 

Aplicações

A madeira é leve e fácil de trabalhar, muito resistente à putrefacção, mais compacta que as outras tuias; há quem lhe chame madeira da ‘árvore da vida’, sendo muitas vezes utilizada para fabricar caixões.

2 Exemplares no Parque


Porte


Folha


Flor


Fruto


Tronco